A Venezuela anunciou nesta quarta-feira a aquisição de aviões e de radares da China para reforçar o controle de seu espaço aéreo e lutar contra o tráfico de drogas.

O Exército venezuelano contará nos próximos meses com 24 aviões K-8 e dez radares de um alcance de 444 km, informou o general Jesus González, chefe das operações estratégicas.

Os aviões chineses vão garantir "um controle mais eficiente de nosso espaço aéreo", afirmou González, por ocasião de uma operação de destruição de pistas de pouso clandestina utilizadas pelos traficantes no estado de Bolivar (leste).

"Antes do fim deste ano, teremos completado a segurança de nosso espaço aéreo", afirmou, por sua vez, o coronel Nestor Reverol, diretor-geral do Departamento nacional antidrogas (ONA).

Este contrato militar foi concluído antes da visita à China do presidente venezuelano Hugo Chávez.

bl/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.