Miami, 16 mar (EFE).- O empresário venezuelano Franklin Durán foi condenado hoje a quatro anos de prisão por conspirar e atuar como um agente do Governo de seu país para encobrir a origem e destino de uma mala com US$ 800 mil confiscada na Argentina em 2007.

EFE ef/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.