Venezuela venderá 20 mil barris de gasolina diários ao Irã, afirma Chávez

A Venezuela venderá para o Irã 20 mil barris de gasolina diários, anunciou o presidente Hugo Chávez ao final de sua visita a Teerã, que também foi marcada pelas críticas aos Estados Unidos.

AFP |

"A Venezuela exportará 20 mil barris de gasolina diários para o Irã a partir de outubro, nos termos de um acordo no valor de 800 milhões de dólares", declarou na cidade sagrada de Machhad (nordeste do Irã), citado pelas agências locais.

AFP
Chavez e Ahmadinejad no Irã
Chavez e Ahmadinejad no Irã


O Irã é o segundo maior exportador de petróleo na Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep), mas não tem capacidade suficiente de refino e precisa importar 40% da gasolina que consome.

As novas sanções que os países ocidentais poderão impor ao Irã, que se nega a suspender seu programa nuclear, afetam também as importações de combustíveis.

Segundo Chávez, os dois países decidiram também "injetar nos próximos 30 dias 100 milhões de dólares no banco binacional Venezuela-Irã".

Chávez chegou a Machhad na companhia de Mahmud Ahmadinejad, onde ambos os presidentes assinaram protocolos de acordo nos âmbitos comercial e médico.

Já Ahmadinejad afirmou que a política dos Estados Unidos na América do Sul está "fadada ao fracasso".

"A América do Sul é o centro de uma revolução política. Lá, os países não podem suportar mais intimidações e, se alguém acredita que pode vencer suas convicções com meios militares, se equivoca", acrescentou.

"As políticas militaristas dos Estados Unidos na América do Sul estão fadadas ao fracasso e os aconselho a abandonar suas intimidações. Estaremos ao lado dos países sul-americanos em todas as circunstâncias", concluiu.

Leia mais sobre: Venezuela  - Irã

    Leia tudo sobre: gasolinairãvenezuela

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG