Segundo embaixador venezuelano em Washington, Bernardo Alvarez, Larry Palmer foi vetado por críticas que fez ao país

A Venezuela enviou uma nota ao governo dos Estados Unidos para informar oficialmente que não aceitará o embaixador designado por Barack Obama e pediu que escolha outro.

De acordo com o embaixador de Caracas em Washington, Bernardo Alvarez, a nota enviada na sexta-feira ao Departamento de Estado indicava que é "impossível aceitar, dadas as condições do que ocorreu, o senhor (Larry) Palmer como embaixador".

Na sexta-feira, Chávez havia reiterado que seu governo não aceitaria Palmer como embaixador em Caracas, uma vez que durante seu processo de ratificação no Congresso americano, Palmer fez críticas à Venezuela. Em uma sabatina, Palmer assegurou que acreditava na presença de guerrilhas colombianas na Venezuela e criticou o que chamou de influência cubana no Exército da Venezuela.

Alvarez ressaltou ainda que o governo americano está livre para enviar outro candidato a ser considerado pela Venezuela, conforme prevê a nota.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.