Globovisión - Mundo - iG" /

Venezuela investigará obstrução a operação sobre dono da Globovisión

Caracas, 22 mai (EFE).- A Procuradoria venezuelana informou hoje que investigará a suposta obstrução às autoridades durante uma averiguação na casa em Caracas de Guillermo Zuloaga, presidente do canal Globovisión, acusado pelo Governo de terrorismo midiático.

EFE |

A revista aconteceu na quinta-feira depois que foram localizados nessa casa 26 veículos de luxo sem a correspondente documentação, de acordo com a versão oficial.

A Procuradoria explica que ordenou a investigação porque "se soube" que pessoas próximas da residência não permitiram "o acesso às autoridades", apesar da ordem judicial correspondente mostrada.

Também influiu, segundo a Procuradoria, "a recusa" dos que estavam na residência em fornecer as chaves dos veículos.

Zuloaga disse que os carros estacionados em sua casa pertencem a duas companhias distribuidoras de veículos de sua propriedade.

Ele também qualificou de "excessiva" a grande operação policial, na qual participaram 50 pessoas.

Zuloaga atribuiu a averiguação a uma nova tentativa do Governo de "amedrontá-lo" para que a Globovisión atenue suas críticas à gestão do presidente Hugo Chávez.

A Organização dos Estados Americanos (OEA) e as Nações Unidas já mostraram preocupação com as recentes declarações do Governo venezuelano contra o canal "Globovisión" e outros meios de comunicação privados do país. EFE rr/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG