Venezuela investiga ex-ministro colombiano capturado no país

CARACAS (Reuters) - As autoridades venezuelanas investigam as atividades no país de um ex-ministro e ex-senador colombiano, Alvaro Araújo, capturado em um Estado que faz fronteira com a Colômbia, informou o governo da Venezuela em comunicado. Araújo, procurado em seu país pela suposta ligação com um sequestro e com organizações paramilitares, foi preso pelas autoridades locais em Maracaibo, no Estado de Zulia.

Reuters |

'Como parte dos trâmites legais que devem ser cumpridos em casos como este, as autoridades venezuelanas já iniciram o processo correspondente para verificar a identidade do detido com as autoridades do país vizinho', acresentou o Ministério das Relações Interiores e Justiça da Venezuela em comunicado publicado na noite de sexta-feira.

Araújo é pai da ex-chanceler María Consuelo Araújo, que renunciou ao cargo assim que seu irmão, que também se chama Alvaro, foi preso por suposta ligação com os paramilitares.

A Promotoria da Colômbia abriu, em 2007, um processo contra o ex-ministro e ordenou sua prisão pois suspeitava de que ele tivesse participado do sequestro de Víctor Ochoa Daza, irmão de um ex-prefeito de Valledupar, no norte da Colômbia, em 2005, segundo a imprensa local.

(Por Deisy Buitrago)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG