CARACAS (Reuters) - A Venezuela está pronta para nacionalizar companhias que administram alguns dos principais portos do país, no mais recente movimento do presidente socialista Hugo Chávez para colocar importantes áreas da economia nas mãos do governo. Os portos afetados recebem muitas das importações que são cruciais à Venezuela, mas não operam com o vital transporte de petróleo do país, que é membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

Autoridades estão revisando os contratos com os operadores de portos, disse o jornal oficial do governo nesta quinta-feira.

Chávez já nacionalizou diversas indústrias na Venezuela, incluindo prestadoras de serviços do setor petrolífero, empresas elétricas, de telecomunicações, produtoras de aço e de cimento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.