Simón Bolívar - Mundo - iG" /

Venezuela e Uruguai lançam satélite Simón Bolívar

O satélite de comunicações Simón Bolívar, construído a pedido da Venezuela e do Uruguai por uma empresa chinesa, será lançado no final de setembro ou outubro e estará pronto para operar em novembro, afirmou nesta terça-feira o ministro da Ciência e Tecnologia venezuelano, Héctor Navarro.

AFP |

Navarro, que está em Montevidéo, avisou que "tudo está sendo cumprido de acordo com o programado", com a "construção do satélite na China" e "as estações de controle em terra, na Venezuela".

Segundo ele, no final de abril o equipamento eletrônico estará disponível nas estações terrestres e que "o lançamento está previsto pela empresa fabricante, a chinesa A Grande Muralha, para o final de setembro ou outubro".

O satélite "deve entrar em operação em novembro", acrescentou.

Navarro disse ainda que o satélite foi concebido para uso governamental com fins sociais, "mesmo assim, os governos uruguaio e venezuelano poderão vir a fazer uso comercial do satélite".

O Uruguai tem participação de 10% e fará uso desse direito como achar mais conveniente", afirmou o ministro, que revelou que o satélite foi financiado pela Venezuela, por 241 milhões de dólares.

Navarro explicou que o objetivo do satélite para a Venezuela é levar "comunicação de qualidade" ao sul do país, já que o norte "está relativamente coberto por fibra ótica".

Para o Uruguai, o satélite beneficiará as comunicações e as previsões metereológicas e possibilitará reduzir os custos de conexão dos usuários de banda larga, explicou o presidente da Unidade Reguladora dos Serviços de Comunicação uruguaia, Léon Lev, ao jornal El Observador.

yow/cl/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG