Venezuela diz ter tomado precauções para evitar gripe suína

Caracas, 27 abr (EFE).- O Governo venezuelano afirmou hoje que não existem casos de gripe suína no país, e recomendou à população para evitar viajar ao México e aos Estados Unidos, epicentros da epidemia.

EFE |

O vice-presidente venezuelano, Ramón Carrizales, e o ministro da Saúde, Jesús Mantilla, destacaram em entrevista que o Governo adotou medidas de controle nos aeroportos nacionais para prevenir que a doença chegue ao país.

"Até o momento, não temos nenhum caso" de gripe suína, afirmou o ministro, que disse que a Venezuela se encontra "em permanente alerta sanitário epidemiológico", o que permite ao país enfrentar qualquer eventualidade.

Mantilla insistiu junto à população em que, diante de "qualquer sintoma" da doença, como "cefaléia ou mal-estar generalizado", vá aos centros de saúde para fazer o diagnóstico correspondente.

Ele reiterou que o ministério emitiu "um alerta a todos os diretores regionais de saúde e às autoridades de portos e aeroportos" nacionais onde são recebidos "visitantes do México e dos Estados Unidos".

O Governo enviou aos aeroportos "pessoal sanitário" que, através de um "questionário", comprova o estado de saúde do passageiro, do qual são tomados registros básicos como "endereço e outros dados".

EFE gf/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG