Venezuela denuncia incursão de tropas colombianas no país

O governo venezuelano enviou, neste sábado, um protesto oficial à Colômbia pela incursão ilegal de tropas do Exército colombiano em território venezuelano, ocorrida na sexta-feira.

AFP |

De acordo com a nota enviada pela Chancelaria venezuelana, uma unidade militar colombiana de 60 homens "foi interceptada (...) a 800 metros da linha fronteiriça em território venezuelano", no estado de Apure (sudoeste), e "foi obrigada a abandoná-lo imediatamente".

O governo de Hugo Chávez exigiu do "governo colombiano que vele pelo cessar imediato dessas violações do Direito Internacional, da soberania e da integridade territorial da Venezuela e aplique as sanções correspondentes aos responsáveis pelas mesmas".

A patrulha militar colombiana estava sob comando de um subtenente, identificado como Jhonny Ocampo Jurado, segundo o comunicado venezuelano, subordinado ao "Batalhão Especial Energético e Viário nº 1 Gal. Juan José Negro Velasco, com sede na Base Militar Cubará, departamento de Arauca".

Em Caracas, a Chancelaria se referiu à incursão militar "como um ato de provocação", preocupando-se com que "isso aconteça no momento em que nosso governo denunciou a política belicista do governo colombiano, que busca deliberadamente a desestabilização da região", acrescentou a nota de protesto.

pt/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG