CARACAS (Reuters) - A Venezuela confirmou a primeira morte pela gripe H1N1. A doença já contagiou cerca de 280 pessoas no país. O ministro da Saúde, Jesús Mantilla, disse na noite de sábado que uma bebê de 11 meses foi a primeira vítima fatal no país da pandemia que avança rapidamente em todo o mundo.

Ele acrescentou que a criança tinha diagnóstico de diarréia intensa, desidratação moderada, transtorno sensorial e catarro comum, segundo a agência estatal de notícias.

Conforme o ministro, 236 dos contagiados na Venezuela já estão recuperados, enquanto 45 ainda estão doentes.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) havia contabilizado cerca de 430 mortes pela gripe H1N1 até o começo de julho.

(Reportagem de Patricia Rondón Espín)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.