Venezuela confirma preparação de exercícios com Marinha russa

Caracas, 17 set (EFE).- Dois altos comandantes militares venezuelanos confirmaram hoje que administram a realização de exercícios navais conjuntos com a Marinha da Rússia no mar do Caribe, uma vez cumpridas práticas na zona por duas aeronaves da aviação russa.

EFE |

"Dentro da programação de treinamento da Marinha russa está uma passagem pelo Atlântico e achamos muito conveniente que se aproxime de nossas costas para interagir com nossa Armada", disse o ministro da Defesa venezualana, o general do Exército Gustavo Rangel.

"Estamos antecipando conversas para materializar" o assunto, ressaltou o ministro.

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, anunciou essa ligação em 11 de setembro, quando informou que um dia antes tinham chegado a seu país dois bombardeiros supersônicos russos.

Rangel afirmou hoje em declarações à emissora estatal de televisão "VTV" que se trata de "uma visita da aviação estratégica (...) instrutiva" e que tanto os pilotos russos como os venezuelanos aprenderam "uma grande quantidade de coisas".

O comandante da Força Aérea venezuelana, o major Pedro Terán, disse também à "VTV" que os bombardeiros "estavam se familiarizando com a geografia e a meteorologia (...)".

"Para nós é sumamente satisfatório poder contar com um aliado desta magnitude", acrescentou Terán.

O vice-primeiro-ministro russo, Ígor Sechin, que visita Caracas, afirmou ontem à noite na saída de uma reunião com Chávez que a Venezuela "é um dos parceiros da Rússia de maior confiança" e que ambos os países seguem "desenvolvendo a cooperação técnico-militar".

Chávez visitará Moscou nos próximos dias 26 e 27 deste mês, depois de ir à China, em uma viagem que terminará em Portugal no dia 28. EFE ar/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG