Venezuela comemora e Uruguai lamenta empate nas eliminatórias

MONTEVIDÉU (Reuters) - A seleção da Venezuela comemorou como um passo importante o empate de 1 x 1 diante do Uruguai, no sábado, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010. Enquanto os venezuelanos celebram o resultado, os uruguaios lamentam o ponto perdido jogando em casa. A seleção vinho tinto conquistou um ponto em Montevidéu, onde há quatro anos foi humilhada pelos uruguaios com a derrota por 3 x 0 pelas eliminatórias da Copa de 2006.

Reuters |

'Hoje mostramos a consolidação do futebol venezuelano. Há quatro anos éramos a surpresa, agora já não somos a surpresa', disse César Farías, técnico da Venezuela, aos jornalistas.

Com o resultado, a Venezuela ocupa o quinto lugar na tabela de classificação do torneio, com sete pontos. O Uruguai, no entanto, a segue com cinco pontos.

'Continuamos com o sonho vivo de ir ao Mundial, falta muito ainda, mas o objetivo é esse e a Venezuela é uma equipe que está jogando com o coração em suas mãos e queremos manter isso até o final', acrescentou Farías.

Na próxima rodada das Eliminatórias, a Venezuela receberá o Chile, na quinta-feira.

'A Venezuela já está criando seu nome, estamos nos fazendo respeitar em todos os campos. Vamos tranqüilos e muito felizes pensar no Chile agora', comentou o goleiro Renny Veja.

Mas o empate --com gols do uruguaio Diego Lugano e do venezuelano Ronald Vargas-- deixou um sabor amargo para o time da casa.

'Fizemos de tudo que podíamos, jogamos e pressionamos, mas saímos com um sabor de derrota', afirmou o defensor uruguaio Diego Godín.

Na terça-feira, o Uruguai enfrentará o Peru, também em Montevidéu, e a equipe tentará levantar a cabeça depois do empate com os venezuelanos.

(Reportagem de Conrado Hornos)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG