Venezuela anuncia nacionalização da mexicana Cemex

Caracas, 19 ago (EFE).- O Governo venezuelano executou à meia-noite (hora local) de hoje a desapropriação da filial no país da produtora de cimento mexicana Cemex.

EFE |

O ministro do Petróleo venezuelano e presidente da estatal Petróleos de Venezuela S.A. (Pdvsa), Rafael Ramírez, disse que o fracasso das negociações para um acordo amistoso de compra e venda forçou a desapropriação, e que o valor que será pago pelas instalações será determinado após um levantamento.

Ramírez destacou que a medida foi adotada somente após o término do prazo de 60 dias da assinatura da lei que faculta a nacionalização de toda a indústria produtora de cimento.

O ministro informou que o presidente Hugo Chávez assinará o decreto de desapropriação nas próximas horas, mas que obviamente todas as instalações da Cemex e de outras duas empresas passam ao controle dos agora trabalhadores estatais.

A mexicana Cemex é uma das três maiores fabricantes de cimento do mundo e na Venezuela figura como a maior fabricante de cimento, concreto e agregados (areia e taxa). EFE ar/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG