A Venezuela anunciou hoje a expropriação das filiais no país da empresa mexicana Cemex, terceira produtora de cimento do mundo, ante a falta de acordo para conseguir a transferência ao Estado de sua maioria acionária - medida estabelecida pelo governo em abril passado como parte de uma lei de nacionalização desse setor industrial.

A Cemex, fundada em 1906, em Monterrey, norte do México, tem operações em mais de meia centena de países.

Apenas na Venezuela, é responsável por 52% do total da produção de cimento com três fábricas e capacidade de 4,6 milhões de toneladas de cimento, empregando mais de 3 mil pessoas.

O presidente Hugo Chavez, havia justificado recentemente a nacionalização das instalações venezuelanas da Cemex com o argumento de que a empresa estava exportando a maioria da sua produção, em detrimento dos planos oficiais de construção civil do governo.

pt-cd/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.