O chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, disse nesta terça-feira que a Venezuela lamenta que a Colômbia tenha optado por uma aliança militar com os Estados Unidos em lugar da paz na região, no encerramento da reunião ministerial da Unasul, em Quito.

"O governo da Colômbia preferiu uma aliança militar para seguir uma guerra (...) a uma aliança de paz com a América do Sul", disse Maduro em entrevista coletiva.

"Houve um debate muito intenso, importante, e nós saudamos o alto nível de consenso da América do Sul, mas lamentamos que a Colômbia prefira estar isolada e olhando para o norte do que para seus irmãos do sul".

O ministro venezuelano da Defensa, Ramón Carrizalez, defendeu a compra de armas russas, incluindo 92 tanques T72 e um número não determinado de mísseis antiaéreos, diante da "ameaça que se instalou na República da Colômbia" com a presença de tropas americanas.

sp/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.