Vendaval deixa pelo menos 15 mortos na França e na Espanha

Pelo menos 15 pessoas morreram neste sábado, na Espanha e na França, vítimas de um temporal com ventos de até 150 km/h, entre elas quatro crianças.

AFP |

Em Sant Boi de Llobregat, o muro de uma instalação esportiva, anexa a um campo de beisebol, veio abaixo, matando os quatro menores e deixando nove feridos, indicou à AFP um porta-voz do governo catalão.

Segundo a mídia espanhola, as crianças jogavam beisebol e tentaram se proteger do vento no interior do ginásio, que foi derrubado pela força do vendaval.

O norte da Espanha e o sudoeste francês são atingidos desde sexta-feira por um violento temporal vindo do oceano Atlântico, com ventos de até 150 km.

Na Catalunha, também perto de Barcelona, na localidade de La Palma de Cervello, um funcionário municipal de manutenção de parques morreu atingido por uma ávore, derrubada pelo vento, informou o governo.

Na Galícia (noroeste), um sargento da Guarda Civil morreu pelo mesmo motivo quando dirigia seu carro, segundo um porta-voz da polícia local. Na mesma região, morreu um dos seis marinheiros resgatados de um cargueiro português, que estava em dificuldades por causa do mau tempo.

Em Alicante (leste), um homem morreu esmagado por um muro, tendo o mesmo ocorrido a uma mulher na sexta-feira em Barcelona. Em Hontoria de Valdearados (Castilla e León, norte) outra mulher morreu neste sábado esmagada por uma porta.

O temporal causou muitos problemas nos dois países, desde o bloqueio de inúmeras estradas à interrupção do tráfego aéreo e ferroviário, além de cortes de eletricidade que afetaram milhares de pessoas.

O vento também causou a queda de uma torre de alta tensão em La Nucia (sudeste da Espanha), provocando um incêndio florestal que levou à evacuação de 14.000 pessoas.

Na França, dois motorisras morreram em acidentes diferentes, esmagados por árvores que caíram sobre seus carros. Um senhor de 78 anos foi vítima de um objeto pesado arrastado pelo vento perto de sua casa, no sudoeste do país. Uma mulher de 73 anos, que respirava com a ajuda um aparelho, morreu em conseqüência do apagão elétrico.

bur-fz-gr/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG