Vencedor de loteria tem que ir ao tribunal provar que não roubou o bilhete

Bangcoc, 9 set (EFE).- Se ganhar a loteria já é difícil,mais difícil ainda é ter que ir reivindicar o prêmio num tribunal, acusado de que o bilhete premiado foi roubado.

EFE |

Foi o que aconteceu com Sith Kithapreuk, um tailandês de 76, que só conseguiu receber o prêmio milionário quase meia década depois de ter tirado a sorte grande.

Segundo a imprensa loca, Sith caiu de joelhos quando escutou que o Tribunal de Apelações lhe dava a razão e ordenava que fosse entregue o dinheiro que desde 2004 permanecia retido em uma conta bancária.

Sua filha Darunee, de 51 anos, que foi recolher o prêmio foi recebida no estabelecimento como se fosse uma ladra, acusada de haver roubado o bilhete premiado.

Foram necessários dois anos de julgamentos e três mais no Tribunal de Apelações para conseguir receber os 6.138.000 bat (US$180.465). EFE grc/fk

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG