Veja projeção do FBI de Osama bin Laden mais velho

Imagens comparam foto que teria sido tirada na década de 1990 e projeção divulgada em 2010 pelos EUA

iG São Paulo |

O líder da rede terrorista Al-Qaeda, Osama bin Laden, morto neste domingo em um ataque americano no Paquistão, foi fotografado poucas vezes e desde os ataques de 11 de Setembro apareceu apenas em gravações de vídeo e áudio.

Em janeiro de 2010, o FBI (polícia federal americana) divulgou projeções do líder terrorista envelhecido e com a barba mais curta. As imagens abaixo mostram comparações entre uma fotografia de Bin Laden que teria sido tirada na década de 1990 (esquerda) e as projeções divulgadas pelo FBI (direita).

Para fazer as projeções, especialistas usaram imagens de vídeo que foram isoladas e submetidas a um tratamento digital no laboratório do FBI em Quantico (Virgínia), que trabalharam no projeto por mais de quatro meses.

Morto no Paquistão

O anúncio da morte de Bin Laden foi feito por Obama na madrugada desta segunda-feira (horário de Brasília). Obama afirmou que, após ter recebido informações de inteligência confiáveis sobre o lugar onde se encontrava Bin Laden, no Paquistão, na semana passada deu a ordem de atacar. A operação foi conduzida por um "pequeno grupo" e o líder terrorista foi morto após troca de tiros.

Bin Laden era o primeiro na lista dos criminosos mais procurados pelas autoridades americanas. As forças americanas tentavam capturar o líder da Al-Qaeda há mais de dez anos, antes dos ataques de 11 de Setembro de 2001, que mataram cerca de 3 mil pessoas no World Trade Center, em Nova York, e no Pentágono, em Washington.

Mundo mais seguro

"Acho que todos podemos concordar que este é um bom dia para os Estados Unidos". Assim começou o primeiro pronunciamento público do presidente norte-americano Barack Obama após o anúncio da morte do líder terrorista Osama bin Laden.

Para Obama, “o mundo está mais seguro e é um lugar melhor” com a morte do líder terrirista Al-Qaeda. O presidente disse ainda que o país "manteve seu compromisso de ver a Justiça ser feita".

O pronunciamento foi feito na Casa Branca, no início da cerimônia de entrega da Medalha de Honra, maior condecoração militar do país, a dois soldados americanos mortos na Guerra da Coreia.

Com EFE e BBC Brasil

    Leia tudo sobre: bin ladenobamaeuaterrorismoal-qaedaafeganistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG