Veja imagens do caos provocado por terremoto e tsunami no Japão

Fotos mostram áreas arrasadas por desastre e moradores tentando recuperar pertences em meio aos destroços

iG São Paulo |

Após o terremoto seguido de tsunami que devastou a costa nordeste do Japão, o governo lançou uma grande operação de resgate e ajuda humanitária nas áreas mais afetadas. Segundo autoridades, milhares de militares foram mobilizados para participar das operações, além de 300 aviões e 40 navios.

Veja imagens da destruição no país:

O primeiro-ministro do Japão, Naoto Kan, afirmou que o país enfrenta a maior crise de sua história desde a Segunda Guerra Mundial, quando bombas atômicas foram lançadas em Hiroshima e Nagasaki. Segundo ele, mais de 12 mil pessoas foram resgatadas com vida.

As equipes de resgate usam botes para passar por áreas inundadas, buscando sobreviventes em um mar de destroços. Segundo autoridades, a maior parte das centenas mortes registradas até agora foi causada por afogamento, após ondas gigantes arrastarem carros e casas nas cidades costeiras.

"O tsunami foi incrivelmente rápido", disse Kpichi Takairi, 34 anos, morador da cidade de Sendai, a mais próxima do epicentro do terremoto e uma das mais afetadas pelas ondas gigantes. "Carros eram arrastados à minha volta. Tudo o que pude fazer foi ficar sentado no meu caminhão", afirmou, em entrevista à agência Associated Press.

Na tentativa de impedir que o número de vítimas aumente, bombeiros sobrevoam extensas áreas do país em helicópteros tentando controlar incêndios em complexos industriais e casas de madeira.

De acordo com o Instituto de Geofísica dos Estados Unidos (USGS), o terremoto de 8,9 graus de magnitude que atingiu o Japão na sexta-feira foi o maior já registrado no país e o sétimo maior da história.

O tsunami correu através do Oceano Pacífico a uma velocidade de 800 km/h - tão rápido quanto um jato -, antes de chegar ao Filipinas, Indonésia e Havaí e à Costa Oeste dos EUA, sem registro de grandes danos.

Até agora, o mais forte terremoto do Japão tinha acontecido em 1933. Com 8,1 graus de magnitude, o tremor atingiu a região metropolitana de Tóquio e matou mais de 3 mil pessoas.

Os tremores de terra são comuns no Japão, um dos países com mais atividades sísmicas do mundo, já que está localizado no chamado Círculo de Fogo do Pacífico. O país é atingido por cerca de 20% de todos os terremotos de magnitude superior a 6 que acontecem em todo o planeta

    Leia tudo sobre: japãotremorterremototsunami

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG