Veja imagens das vítimas do massacre na Noruega

Explosão em Oslo e ataque a tiros na ilha de Utoya deixaram ao menos 76 mortos no país

iG São Paulo | 27/07/2011 17:48 - Atualizada em 01/08/2011 16:34

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

A polícia da Noruega identificou as 77 vítimas do massacre de 22 de julho, quando um atirador abriu fogo em um acampamento para jovens na ilha de Utoya, horas depois de um ataque a bomba ter causado pânico no centro da capital, Oslo.

Veja imagens e a lista de vítimas identificadas até agora:

<span>Eva Kathinla Lütken, 17 anos, nasceu na cidade de Sarpsborg</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Anders Kritiansen, 18 anos, nasceu na cidade norueguesa de Bardu</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Andreas Dalby Groennesby, 17 anos, é de Stange, na Noruega</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Johanes Buoe tinha 14 anos e nasceu em Mandal, na Noruega</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Ida Marie Hill, 34 anos, nasceu em Oslo e morreu na explosão no centro da capital norueguesa</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Sharidyn Svebakk-Bohn, 14 anos, em imagem divulgada pela família</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Trond Bernsten, 51 anos, era parente da princesa da Noruega; policial, trabalhava como segurança particular na ilha de Utoya</span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>Birgitte Smetbak, 15 anos, morta no ataque na ilha de Utoya</span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>Syvert Knudsen, 17 anos, era de Lyngdal e muito ativo na ala jovem do Partido Trabalhista</span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>Gunnar Linaker, 23 anos, avisou o pai sobre o ataque por telefone</span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>Synne Royneland, 18 anos, mantinha um blog e gostava de fotografia</span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>Mulher coloca flores próximo à foto de Kai Hauge, 32 anos, morto no ataque em Utoya</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Bano Abobakar Rashid, 18 anos, nasceu na cidade de Nesodden e morreu em Utoya</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Diderik Aamodt Olsen, 19 anos, nasceu em Nesodden e defendia melhorias no transporte público</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Hanne Fjalestad, 43 anos, nasceu na cidade de Lunner e foi morta no ataque na ilha de Utoya</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Kjersti Berg Sand, 26 anos, morreu no ataque no centro de Oslo</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Rolf Christopher Johansen Perreau, 25 anos, estava no acampamento de jovens quando foi atingido por atirador</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Silje Stamneshagen , de Askoey, morreu na Ilha de Utoya</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>

Modupe Ellen Awoyemi, 15 anos, era da cidade de Drammen

</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Tove Ashill Knutsen, 56 anos, morreu na explosão em prédio no centro de Oslo</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>
Eivind Hovden, 15 anos, nasceu em Tokke, na Noruega

</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>

Sondre Furseth Dale, 17 anos, nasceu era de Haugesund 
</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>
Guro Vartdal Havoll, 18 anos, nasceu em Oersta
</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>
Gizem Dogan, 17 anos, estava entre os jovens na ilha
</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>

Nascida em Stryn, Hanne Kristine Fridtun, 19 anos, morreu na Ilha de Utoya
</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>
Snorre Haller, 30 anos, estava entre as vítimas do acampamento da ilha
</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Aasta Sofie Helland Dahl, 16 anos, era de Sortland</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Aleksander Aas Eriksen, 16 anos, nasceu em Meraaker, Noruega</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Andreas Edvardsen, 19 anos, era de Sarpsborg</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>

Nascida em Oslo, Anne Lise Holter, 51 anos, morreu em 22 de julho</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Carina Borgund, 18 anos, morreu em Utoya</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Morta na Ilha de Uotya, Elisabeth Tronnes Lie tinha 16 anos  </span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Emil Okkenhaug, 15 anos, nasceu em Levanger</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Fredrik Lund Schjetne, 18 anos, nasceu em Eidsvoll, na Noruega</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Haavard Vederhus, 21 anos, nasceu na capital Oslo</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Hanne Ekroll Loevlie, 30 anos, morreu em Oslo em 22 de julho</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Ingrid Berg Heggelund tinha 18 anos </span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Isabel Victoria Green Sogn tinha 17 anos</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Jon Vegard Lervaag, 32 anos, foi uma das vítimas do massacre 
</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Karin Elena Holst, 15 anos, participava do acampamento na Ilha de Utoya
</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Margrethe Boeyum Kloeven, 16 anos, era de Baerum</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Mona Abdinur, 18 anos, estava entre os mortos na ilha
</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Monica Elisabeth Boesei nasceu em Hole e morreu em Utoya
</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Ronja Soettar Johansen, 17 anos, de Vefsn, morreu durante acampamento na ilha
</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Rune Havdal, 43 anos, estava no acampamento na Ilha de Utoya no momento do ataque
</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Silje Merete Fjellbu, 17 anos, estava no acampamento da ilha</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Simon Sabo, 18 anos, era de Salangen</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Steinar Jessen, 16 anos, nasceu em Alta</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Sverre Flate Bjorkavaag, 28 anos, nasceu em Sula</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Tarald Kuven Mjelde, 18 anos, estava na ilha no momento do ataque</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Thomas Margido Antonsen, 16 anos, estava na Ilha de Utoya no dia do massacre
</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Tina Iversen Sukuvara, 18 anos, participava do acampamento na ilha</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Tore Eikeland, 21 anos, nasceu em Osteroey</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Torjus Jakobsen Blattmann nasceu em Kristiansand e tinha 17 anos </span> - <strong>Foto: AP</strong>

Mortos em Oslo:

- Anne Lise Holter, 51 anos

- Hanna Orvik Endresen, 61 anos

- Hanne Ekroll Loevlie, 30 anos

- Ida Marie Hill, 34 anos

- Jon Vegard Lervaag, 32 anos

- Kai Hauge, 32 anos

- Kjersti Berg Sand, 26 anos

- Tove Ashill Knutsen, 56 anos

 

Mortos na Ilha de Utoya:

- Aleksander Aas Eriksen, 16 anos

- Anders Kristiansen, 18 anos

- Andreas Dalby Groennesby, 17 anos

- Andreas Edvardsen, 19 anos

- Andrine Bakkene Espeland, 16 anos

- Aasta Sofie Helland Dahl, 16 anos

- Carina Borgund, 18 anos

- Bano Abobakar Rashid, 18 anos

- Bendik Rosnaes Ellingsen, 18 anos

- Birgitte Smetbak, 15 anos

- Diderik Aamodt Olsen, 19 anos

- Eivind Hovden, 15 anos

- Elisabeth Tronnes Lie, 16 anos

- Emil Okkenhaug, 15 anos

- Espen Joergensen, 17 anos

- Eva Kathinka Lutken, 17 anos

- Even Flugstad Malmedal, 18 anos

- Fredrik Lund Schjetne, 18 anos

- Gizem Dogan, 17 anos

- Gunnar Linak, 23 anos

- Guro Vartdal Havoll, 18 anos

- Hakon Oedegaard, 17 anos

- Hanne Balch Fjalestad, 43 anos

- Hanne Kristine Fridtun, 19 anos

- Haavard Vederhus, 21 anos

- Henrik Pedersen, 27 anos

- Henrik Rasmussen, 18 anos

- Ida Beathe Rogne, 17 anos

- Ingrid Berg Heggelund, 18 anos

- Isabel Victoria Green Sogn, 17 anos

- Ismail Haji Ahmed, 19 anos

- Jamil Rafal Mohamad Jamil, 20 anos

- Johannes Buoe, 14 anos

- Karar Mustafa Qasim, 19 anos

- Karin Elena Holst, 15 anos

- Kevin Daae Berland, 15 anos

- Lejla Selaci, 17 anos

- Lene Maria Bergum, 19 anos

- Margrethe Boyum Kloven, 16 anos

- Maria Maageroe Johannesen, 17 anos

- Marianne Sandvik, 16 anos

- Modupe Ellen Awoyemi, 15 anos

- Mona Abdinur, 18 anos

- Monica Boesei, 45 anos

- Monica Iselin Didriksen, 18 anos

- Porntip Ardam, 21 anos

- Rolf Christopher Johansen Perreau, 25 anos

- Ronja Soettar Johansen, 17 anos

- Rune Havdal, 43 anos

- Ruth Benedicte Vatndal Nilsen, 15 anos

- Sharidyn Svebakk-Bohn, 14 anos

- Silje Merete Fjellbu, 17 anos

- Silje Stamneshagen, 18 anos

- Simon Sabo, 18 anos

- Snorre Haller, 30 anos

- Sondre Furseth Dale, 17 anos

- Sondre Kjoeren, 17 anos

- Steinar Jessen, 16 anos

- Sverre Flate Bjoerkavag, 28 anos

- Synne Royneland, 18 anos 

- Syvert Knudsen, 17 anos

- Tamta Lipartelliani, 23 anos

- Tarald Kuven Mjelde, 18 anos

- Thomas Margido Antonsen, 16 anos

- Tina Iversen Sukuvara, 18 anos

- Tore Eikeland, 21 anos

- Torjus Jakobsen Blattmann, 17 anos

- Trond Berntsen, 51 anos

- Victoria Stenberg, 17 anos

Os primeiros funerais para as vítimas começaram a ser realizados uma semana depois da explosão a bomba em Oslo e o ataque a tiros na Ilha de Utoya.

O primeiro-ministro da Noruega, Jens Stoltenberg, anunciou a criação de uma "Comissão do 22 de Julho" para investigar o ataque duplo contra a sede do governo em Oslo e contra o acampamento juvenil na Ilha de Utoya.

Ele disse que a comissão, acordada por todos os partidos políticos, analisará tudo o que aconteceu no dia, incluindo a reação da polícia. A investigação foi anunciada em meio ao questionamento sobre a lentidão da polícia em responder ao segundo ataque, em que o fundamentalista cristão anti-islâmico Anders Behring Breivik pôde disparar por 90 minutos contra membros da ala juvenil do governista Partido Trabalhista. Breivik reivindicou a autoria dois dois atentados. (Saiba como o extremista executou os ataques na Noruega)

Segundo Stoltenberg, os ataques não intimidarão a Noruega, que responderá com "mais democracia". De acordo com ele, os noruegues se defenderão mostrando que não temem a violência e sendo mais participativos politicamente. "É completamente possível ter uma sociedade aberta, democrática e inclusiva e ao mesmo tempo com medidas de segurança e sem ingenuidade", afirmou.

O autor confesso do massacre foi interrogado por autoridades policia duas vezes depois do massacre. Na sexta-feira, o promotor policial Paal-Fredrik Hjort Kraby disse que o norueguês de 32 anos permaneceu calmo e cooperativo durante todo o interrogatório, no qual os investigadores repassaram as declarações que deu em uma sessão prévia, no sábado. Os investigadores acreditam que Breivik atuou sozinho, depois de anos de planos meticulosos, e não encontraram nada para comprovar suas alegações de que faz parte de uma rede militante antimuçulmana que planejava uma série de ações na Europa.

Com BBC e AP

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG


Previsão do Tempo

Previsão Completa

 
  • Hoje
  • Amanhã

INDICADORES ECONÔMICOS

Câmbio

moeda compra venda var. %

Bolsa de Valores

indice data ultimo var. %
  • Fonte: Thomson Reuters
Ver de novo