Santiago do Chile, 1 mar (EFE).- Os veículos de comunicação chilenos se transformaram em plataformas para o contato entre familiares ou amigos após o terremoto que atingiu o Chile no último sábado.

Várias emissoras de rádio e televisão chilenas abriram espaços em seus site e no Twitter para pessoas que procuram parentes nas áreas afetadas pelo tremor, muitas delas incomunicáveis. As mensagens deixadas são lidas posteriormente no ar.

É o caso da rádio "Cooperativa", que pretende ser uma "ponte de comunicação" para facilitar o possível contato entre parentes e amigos.

"Humberto Hidalgo Orellana e Juana Celedón Ibarra estavam na rua Toscania 3621 Hualpén!!! Não se sabe nada deles" ou "Procura-se o suboficial major de Curanipe José Bravo Ortiz e sua mãe Iris Ortiz.

Ligar para 7966912", são algumas das últimas mensagens postadas pelos internautas.

Já a emissora de televisão "TVN" divulgou os endereços no Twitter de dois de seus jornalistas. As mensagens recebidas são exibidas durante a transmissão dos boletins de seu canal de notícias "24 horas".

Além disso, os apresentadores divulgaram seus e-mails para que aquelas pessoas que não têm uma conta no Twitter possam divulgar suas mensagens.

Sebastián Veliz, do departamento de imprensa da "TVN", disse à Agência Efe que a emissora recebeu entre oito mil e nove mil mensagens entre 12h de sábado e a noite de domingo.

O canal "Megavisión" também realiza uma iniciativa similar e, segundo seu site, das 6.078 pessoas registradas até o momento, 424 foram encontradas.

Além disso, o Google criou um site de busca de pessoas que já registrou 43.700 entradas. EFE cgz/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.