Vaticano rejeita censura belga ao papa por preservativos

CIDADE DO VATICANO - O Vaticano rejeitou na sexta-feira uma resolução do Parlamento belga que condena o papa Bento 16 por dizer que o uso de preservativos pode piorar a propagação da Aids.

Reuters |

As declarações feitas pelo pontífice no mês passado na África atraíram ampla condenação de políticos, autoridades sanitárias e da imprensa da Europa. Mas a resolução do Parlamento belga representou um inédito protesto diplomático ao Vaticano.

O texto, aprovado na noite de quinta-feira, pede que o embaixador belga no Vaticano apresente um protesto formal contra os "inaceitáveis comentários" de Bento 16, e ordena ao governo de Bruxelas que "reaja fortemente contra qualquer Estado ou organização que no futuro coloque em dúvida o benefício de usar preservativos para prevenir a transmissão do vírus da Aids".

O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, se disse chocado. "É surpreendente, já que parece óbvio em qualquer Estado democrático que o Santo Padre e a Igreja são livres para expressar suas próprias posições", afirmou.

No início da sua primeira viagem pontifícia à África, continente mais devastado pela epidemia, o papa disse que a Aids "não pode ser superada pela distribuição de preservativos". "Pelo contrário, eles aumentam o problema", afirmou.

Jornais como The New York Times, Washington Post e muitos outros publicaram editoriais indignados, e em vários países houve uma reação negativa de autoridades e políticos. A influente revista médica britânica The Lancet acusou o papa de ter "distorcido evidências científicas para promover a doutrina católica".

O ex-premiê francês Allain Juppé chegou a dizer que o papa alemão parece "viver em uma situação de total autismo". A resolução belga leva a polêmica à beira de um incidente diplomático entre dois Estados soberanos.

A Igreja Católica prega que a fidelidade dentro do casamento heterossexual e a abstinência sexual são as melhores formas de prevenir a Aids, e argumenta que os preservativos induzem a um comportamento de risco.

Leia mais sobre Bento 16

    Leia tudo sobre: bento 16

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG