Vaticano pede que bispo que negou Holocausto retire o que disse

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O Vaticano ordenou, na quarta-feira, ao bispo tradicionalista que negou o Holocausto, que faça uma retratação pública caso queira servir como prelado na Igreja Católica. Em comunicado, o Vaticano disse também que o papa Bento 16 não sabia da negação que o bispo Richard Williamson fazia do Holocausto quando o pontífice decidiu suspender a excomunhão dele e de três outros bispos tradicionalistas, no mês passado.

Reuters |

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG