Vaticano não exclui existência de extraterrestres

O Vaticano considera compatível acreditar tanto em Deus quanto na existência de extraterrestres, explicou nesta terça-feira o diretor do Observatório Astronômico do Vaticano, o jesuíta José Gabriel Funes.

AFP |

O religioso não descarta a existência de um planeta habitado por seres que não tenham cometido o pecado original, em um artigo publicado pelo jornal da Santa Sé, L'Osservatore Romano.

"Como astrônomo acredito que Deus é o criador do Universo", escreveu Funes, responsável há vários anos pelo observatório do vaticano em Castelgandolfo a 30 km de Roma.

"Apesar de não termos provas no momento, não se pode excluir que existam planetas habitados", diz o religioso.

"Assim como existe uma multidão de criaturas sobre a terra, pode ser que existam outros seres, igualmente inteligentes, criados por Deus", diz o astrônomo do Papa.

Para o prelado, podemos tranqüilamente falar de "nossos irmãos extraterrestres" assim como São Francisco de Assis tratava de "irmão e irmã" todas as criaturas terrestres.

Ouvido sobre o tema do "pecado original" da raça humana, o jesuíta não exclui que "outros seres inteligentes não precisem se redimir" dele.

bur-kv/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG