não se sentir assediado pela imprensa sobre casos de pedofilia - Mundo - iG" /

Vaticano diz não se sentir assediado pela imprensa sobre casos de pedofilia

Cidade do Vaticano, 13 abr (EFE).- O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, reiterou hoje a linha de transparência da Igreja para enfrentar as denúncias de casos de padres pedófilos e assegurou que não se sente assediado pela maneira com que a imprensa trata o tema.

EFE |

Lombardi, em um encontro com a imprensa, acrescentou que o Vaticano está atuando de maneira "gradual" para o fim dos casos de pedofilia, levando em conta as experiências em algumas dioceses nas quais ocorreram casos deste tipo.

Sobre as declarações do secretário de Estado do Vaticano, o cardeal Tarcisio Bertone, no Chile, de que o papa adotará novas medidas contra o problema, "que não deixará de surpreender", Lombardi disse que entre essas medidas podem ser incluídas "visitas apostólicas", inspeções em dioceses - como as ordenadas na Irlanda - encontros com vítimas e aprofundamento das medidas de prevenção.

Perguntado se a Santa Sé se sente "assediada" pela imprensa pelas informações, comentários e acusações sobre os casos de abusos sexuais de menores por sacerdotes, o porta-voz disse que ele só pode falar sobre si próprio e que não se sente assediado.

Sobre a campanha iniciada por cientistas britânicos pedindo a prisão do papa Bento XVI pelos escândalos quando visitar o Reino Unido em setembro, Lombardi disse que não tinha nada a dizer sobre o assunto, mas assegurou que se trata de uma iniciativa para chamar atenção. EFE jl/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG