O Papa viajará na terça-feira a Havana, onde se reunirá com o presidente Raúl Castro e eventualmente com Fidel

O Vaticano informou neste domingo que não recebeu nenhuma solicitação do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que está em Cuba, para se encontrar com o papa Bento 16, que chegará nesta segunda-feira à ilha caribenha.

Leia também: Com ataque às drogas, papa celebra grande missa no México

"Até o momento não recebemos nenhum pedido de audiência, embora isto possa mudar. Este fato é novo ( a presença de Chávez em Cuba coincidindo com a viagem papal ) e não estava no programa. Só posso insistir que até o momento não temos notícias sobre uma solicitação de encontro com o papa", afirmou o porta-voz da Santa Sé, Federico Lombardi, em entrevista coletiva concedida no México, primeira etapa da viagem do pontífice.

Papa Bento 16 atraiu multidão para missa no México neste domingo
AP
Papa Bento 16 atraiu multidão para missa no México neste domingo

Críticas: Igreja cubana diz que crítica do papa ao marxismo não afeta visita

O presidente de Cuba, Raúl Castro, recebeu na madrugada deste domingo no aeroporto de Havana seu colega e aliado venezuelano, que retornou à ilha para começar um tratamento de radioterapia contra um câncer. Lombardi assegurou que só tomou conhecimento da viagem pela imprensa e que quando comentou o fato com o séquito papal "ninguém sabia de nada".

"Não acho que exista uma possibilidade concreta deles se encontrarem, me surpreenderia muito", disse Lombardi. O porta-voz também foi perguntado se o papa se reunirá com representantes da dissidência cubana, que afirmaram que pediram para se encontrar com Bento 16. O porta-voz do Vaticano informou que esta reunião não está no programa da viagem do pontífice pela ilha.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.