Vaticano declara ilegítima ordenação de padres integristas

O Vaticano declarou ilegítimas as ordenações de padres lefebvristas que a ultraconservadora Fraternidade São Pio X pretende realizar no fim de junho.

AFP |

A sala de imprensa do Vaticano recordou a carta do Papa Bento XVI ao conjunto dos bispos católicos, divulgada em 10 de março, depois da polêmica gerada pela suspensão da excomunhão de quatro bispos integristas da Fraternidade Pio X, fundada pelo arcebispo francês Marcel Lefebvre.

Entre os bispos estava o britânico Richard Williamson, que nega a existência do Holocausto de milhões de judeus pela Alemanha nazista.

"Enquanto a Fraternidade não tiver uma posição canônica na Igreja, seus ministros tampouco exercem ministérios legítimos na Igreja", afirmou na ocasião o Papa.

"As ordenações devem continuar sendo consideradas então como ilegítimas", destaca a sala de imprensa.

cj/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG