estupefato com reação belga à condenação papal ao preservativo - Mundo - iG" /

Vaticano estupefato com reação belga à condenação papal ao preservativo

O Vaticano reconheceu que ficou estupefato com a decisão do Parlamento belga de adotar uma resolução contra a condenação papal ao uso do preservativo para doentes de Aids.

AFP |

A resolução belga classifica de "inaceitáveis" as declarações do Papa durante sua recente viagem à África, nas quais desaprovou o uso do preservativo como solução para o problema do alastramento da Aids no mundo.

A resolução belga, aprovada na quinta-feira, "suscita estupefação", declarou o padre Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano.

"Em todos os países democráticos há liberdade de expressão para o Santo Padre e para a Igreja Católica, que pode manifestar sua posição sobre todos os tipos de temas relacionados à pessoa humana e à responsabilidade moral", declarou Lombardi.

"A grande tradição e a experiência da Igreja no campo da formação e da saúde, em particular nos países pobres, é tão evidente que não precisa de comentários nem de ser provada", acrescentou.

A resolução belga exige que o governo proteste por "via oficial e diplomática" ante o Vaticano pelas palavras do Papa, rejeitadas também por vários países europeus assim como por médicos e organizações humanitárias que lutam contra a propagação da Aids.

No avião que o levava para Camarões e Angola, em meados de março, o Papa afirmou que "não se podia solucionar o problema da Aids com a distribuição de preservativos" e que, "pelo contrário, (seu) uso agrava o problema".

A Igreja Católica belga "lamentou" a adoção da resolução.

bur-kv/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG