Vários tornados passam pelo centro dos EUA e deixam sete mortos

Pelo menos sete pessoas, entre elas uma adolescente, morreram nesta sexta-feira no Arkansas, um dos quatro estados americanos atingidos por cerca de vinte tornados, informaram autoridades e a mídia local.

AFP |

O xerife do condado Van Buren, Scott Bradley, disse à CNN que três membros de uma mesma família morreram: "a casa onde estavam sofreu um impacto direto e foi totalmente destruída".

Vinte e oito casas foram varridas pelo vento, e outras dez foram seriamente danificadas. Os tornados aconteceram de manhã, quando as pessoas se preparavam para ir ao trabalho ou à escola.

"Acho que teríamos tido mais mortos se não houvéssemos tido um alerta", afirmou o xerife, acrescentando que as operações de limpeza já começaram.

Em Siloan Springs, no sul do Arkansas, uma adolescente de 15 anos morreu enquanto dormia por causa de uma árvore que caiu sobre sobre sua casa, segundo o jornal local The Arkansas Democrat-Gazette, que cita a Polícia.

Seu irmão de 10 anos, que dormia na mesma casa, ficou levemente ferido e foi hospitalizado, de acordo com a fonte policial.

Um pai e seu filho morreram quando um dos tornados atingiu a casa onde moravam, no condado de Conway, informaram os serviços de emergência locais. No povoado de Hensley pelo menos uma pessoa morreu.

Os tornados danificaram propriedades, arrancaram árvores pela raíz e deixaram milhares de lares e estabelecimentos sem energia no Arkansas.

Também os estados de Kansas, Oklahoma e Missouri foram atingidos pelos tornados, provocados por um sistema de tempestades que ia em direção ao Illinois, a nordeste do Arkansas, segundo a rede de televisão ABC.

"É difícil passar por algumas estradas, por outras é impossível. Há muitos prejuízos", declarou Robert King, porta-voz da polícia do Missouri, ao jornal Kansas City Star.

O Serviço Meteorológico Nacional emitiu alertas de tornado para grande parte do Arkansas na tarde desta sexta-feira.

Esta foi a terceira onda de tornados a atingir o Arkansas este ano. Treze pessoas morreram por causa de uma delas em fevereiro.

str/du/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG