Vários aviões fizeram pousos de emergência nas últimas 48 horas

Vários aviões do tipo Airbus foram obrigados a efetuar pousos de emergência nas últimas 48 horas, numa ilha do Pacífico, nas Canárias e na Rússia devido ao registro de incêndios e falhas técnicas, depois do acidente com o A330 da Air France entre Rio de Janeiro e Paris, com 228 pessoas a bordo.

AFP |

Um Airbus A330 da companhia aérea australiana Jetstar, com 203 passageiros, teve que fazer um pouso de emergência na ilha de Guam, no Oceano Pacífico, devido a um incêndio na cabine de comando.

O aparelho - do mesmo modelo do avião da Air France que caiu no Oceano Atlântico no dia 31 de maio - fazia o trajeto entre Osaka, no Japão, e Gold Coast, na Austrália. O fogo teria sido controlado antes da aterrissagem e nenhum passageiro ficou ferido.

Também na manhã desta quinta-feira, um Airbus A320 da empresa russa Aeroflot aterrissou em Novosibirsk, na Sibéria, com 122 pessoas a bordo, após ter sido constatada uma rachadura no para-brisas. O avião voava entre Irkustk, no centro-leste do país, e Moscou.

Na manhã da quarta-feira, um Airbus da companhia escandinava Iberworld, com 180 passageiros, foi obrigado a voltar ao aeroporto de Las Palmas, nas Ilhas Canárias, dez minutos após a decolagem, devido a um problema no motor.

Uma falha num dos motores, na terça-feira, também foi a causa de um pouso forçado, no aeroporto de Moscou, de um Airbus A340 da Air China, que fazia o trajeto Milão-Pequim. O avião levava 155 pessoas a bordo e ninguém ficou ferido.

th/jw/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG