Berlim, 3 jan (EFE).- Várias cruzes suásticas e desenhos anti-semitas apareceram pintados nos blocos de concreto que formam o monumento em Berlim às vítimas do Holocausto, informou hoje a Polícia.

Uma dúzia dos 2.711 blocos desenhados pelo arquiteto Peter Eisenman foram danificados pelas pinturas, que incluem suásticas de até 40 centímetros de altura, e foram encontradas pelos agentes de segurança que guardam o memorial.

O monumento, levantado em memória dos milhões de judeus assassinados pelo nazismo, é de livre acesso e está aberto ao público 24 horas do dia desde sua inauguração, em maio de 2005.

O vizinho monumento em memória dos homossexuais assassinados durante o Terceiro Reich, situado por sua vez junto ao Portal de Brandemburgo, também sofreu avarias em várias ocasiões. EFE nvm/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.