Bagdá, 11 abr (EFE).- Soldados iraquianos descobriram uma vala comum ao sul de Bagdá com mais de 30 corpos, enterrados provavelmente há mais de um ano, informou hoje o comando militar americano.

Segundo o Exército dos EUA, a vala comum estava em uma casa em Mahmudiya, a 30 quilômetros de Bagdá, uma cidade localizada no chamado "triângulo da morte".

"Os relatórios iniciais indicam que os restos humanos estão enterrados há mais de um ano", assinalam as forças americanas, que acrescentam que a casa já foi declarada como cemitério pelo Exército iraquiano.

Esta zona foi uma forte presença da insurgência sunita, e milhares de pessoas, tanto iraquianos como soldados multinacionais, morreram nesta área.

No entanto, desde o ano passado, e em grande medida graças à pressão das tropas americanas, a violência caiu muito nessa região.

Nos últimos meses foi descoberto um grande número de valas comuns em diferentes zonas do Iraque, principalmente na província de Diyala, no leste do país. EFE ah/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.