Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Vaclav Havel denuncia as ambições imperialistas da Rússia de Putin

O ex-presidente tcheco Vaclav Havel, artesão da Revolução de Veludo de 1989, denunciou neste sábado as ambições imperialistas de Moscou depois de comparar o atual conflito na Geórgia com a ocupação da Tchecoslávia pela antiga URSS eM 1968.

AFP |

"A Rússia não sabe muito bem onde começa e onde termina. É o maior país do mundo e, no entanto, tem a impressão de ser muito pequeno e de se sentir ameaçado por seus modestos vizinhos. A invasão e ocupação da Geórgia mostram claramente a natureza do atual regime de Putin, muito mais sofisticado que o comunismo de Leonid Breznev", afirmou Havel à imprensa durante um evento em homenagem aos 108 tchecos e eslovacos que morreram há 40 anos sob as balas dos soldados do Pacto de Varsóvia, entre 21 de agosto e 31 de dezembro de 1968.

jma/cn

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG