Vacina contra gripe suína será testada com ratos em três semanas

Um pesquisador americano informou nesta quinta-feira que desenvolve uma vacina contra a gripe suína, que passará à fase de testes com ratos de laboratório em duas ou três semanas, para entrar em produção em poucos meses.

AFP |

"Esperamos ter uma vacina em duas ou três semanas para testar com ratos", revelou o professor Suresh Mittal, da faculdade de veterinária da Universidade de Purdue (Indiana).

Mittal, com a colaboração do Centro de Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, aplica o método que desenvolveu para criar uma vacina contra a gripe aviária (H5N1), o que acelera o processo envolvendo o H1N1, origem da atual epidemia.

A nova vacina utilizará um vírus de resfriado comum para transportar um gene do H1N1 e estimular as células a produzir anticorpos e defesas que operem como um escudo contra mutações do vírus.

Este "adenovírus é incapaz de se reproduzir e não parece causar doenças em humanos", explicou Mittal. "É um vírus perfeito para se trabalhar com vacinas contra a gripe".

Vários organismos, privados e públicos, já trabalham em uma vacina contra a gripe suína.

Com mais de 2.300 infectados em todo o mundo, a gripe suína já matou 44 pessoas, a grande maioria no México, epicentro da epidemia.

mso/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG