O francês Luc Montagnier, co-premiado com o Nobel de Medicina 2008 junto com a francesa Françoise Barré-Sinoussi, afirmou que uma vacina terapêutica contra a Aids poderá ser realidade dentro de quatro ou cinco anos.

"É difícil dizer isso, mas pode ser um tema daqui a quatro ou cinco anos", declarou neste sábado em Estocolmo, onde, na próxima quarta, receberá o prestigioso prêmio.

Indagado sobre o otimismo excessivo dessa previsão, Montagnier explicou que chegar a uma vacina terapêutica é mais fácil do que uma vacina preventiva.

Montagnier também enfatizou que, se no momento não se pode erradicar a doença, existem várias maneiras de reduzir a infecção, através da educação, da informação e da prevenção, especialmente nos países em vias de desenvolvimento.

Ambos cientistas foram premiados com o Nobel por ter descoberto o vírus HIV, responsável pela Aids, doença que já matou 25 milhões de pessoas em todo o mundo.

Dt/fk/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.