US Airways começou a substituir sondas Pitot

A US Airways, que possui nove A330, começou a substituir as sondas anemométricas destes aparelhos, cujo mau funcionamento foi apontado como possível causa do desaparecimento do voo AF 447 da Air France entre Rio de Janeiro e Paris, anunciou nesta segunda-feira a companhia áerea.

AFP |

"Começamos a substituir este componente por excesso de precauções", declarou Morgan Durrant, responsável pela comunicação da US Airways, em e-mail enviado à AFP.

"A segurança é nossa prioridade absoluta, antes de qualquer outra coisa", destacou o porta-voz, recusando-se a tecer outros comentários "por respeito à investigação em andamento sobre o voo 447 da Air France".

Um mau funcionamento das sondas anemométricas, também chamadas de sondas Pitot, do Airbus A330 da Air France que fazia a ligação entre Rio e Paris poderia ter contribuído para a queda do aparelho, na noite de 31 de junho, com 228 pessoas a bordo. Estes sensores servem para medir a velocidade do avião.

fga/yw/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG