Uruguai tem aeroporto fechado por fumaça vinda da Argentina

Um aeroporto permanece fechado e quatro operam de forma restrita nesta quarta-feira no Uruguai, devido à pouca visibilidade causada pela cortina de fumaça gerada por incêndios intencionais de pastos na Argentina, informou a Força Aérea Uruguaia.

AFP |

O aeroporto Angel Adami de Melilla, nordeste de Montevidéu, "precisou ser fechado quando a visibilidade foi reduzida de 1.600 a 800 metros", informou à AFP o chefe de Relações Públicas da Força Aérea, Mariano Rodrigo.

O aeroporto Internacional de Carrasco, principal terminal aéreo do país, que serve à capital, "também está sendo afetado, com visibilidade horizontal de 2,5 km, embora isto não represente risco de acidentes devido ao instrumental moderno com que conta", explicou Rodrigo.

Estão prejudicados, ainda, os aeroportos de Laguna del Sauce, próximo a Punta del Este (120 km a leste de Montevidéu); Paysandú (380 km a noroeste); e Colonia (180 km a noroeste), que operam por instrumentos.

Incêndios intencionais em mais de 70.000 hectares de pastos nas províncias argentinas de Entre Rios e Buenos Aires provocaram uma densa camada de fumaça que há uma semana afeta, além da Argentina, as zonas sudoeste e noroeste do Uruguai.

fb/mg/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG