Uruguai se opõe a criação de STJ do Mercosul

Montevidéu, 22 jul (EFE).- O Governo do Uruguai se opõe à criação de um Superior Tribunal de Justiça do Mercosul, como foi proposto pelo Paraguai, afirmou hoje o presidente uruguaio, Tabaré Vázquez, pouco antes de viajar para Assunção para participar da cúpula do grupo e assumir seu posto na Presidência rotativa.

EFE |

"Uruguai não está de acordo", afirmou o líder, após ser consultado por jornalistas sobre essa iniciativa, depois de participar de um ato oficial.

Um projeto de acordo político para a consolidação do Mercosul e propostas para o Parlamento (Parlasul) assinala que "é necessário, entre outros, a subscrição de um protocolo constitutivo de um Tribunal de Justiça do organismo".

Esse tribunal teria "faculdades para atender questões jurisdicionais do bloco, cujas resoluções seriam obrigatórias para cada Estado-membro". EFE jf/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG