O Parlamento uruguaio aprovou nesta quarta-feira a adoção de crianças por casais homossexuais, informou à AFP a senadora Margarita Percovich, o que converte o país no primeiro da América Latina a legalizar esse procedimento.

"Foi aprovado com os votos da Frente Ampla (FA, coalizão de esquerda no governo, que conta com maioria parlamentar) e do (opositor) Partido Colorado", indicou ainda. O também opositor Partido Nacional votou contra.

A votação foi de 17 votos a favor, em um total de 23.

A Câmara de Deputados do Uruguai já havia aprovado o projeto, que sofreu algumas modificações.

Agora será enviado ao Poder Executivo para que seja promulgado, para então entrar em vigor.

yow/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.