Bogotá, 15 fev (EFE).- O líder colombiano, Álvaro Uribe, viajou hoje a São Paulo com o objetivo de buscar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva a forma de compensar, através de investimentos, o déficit que o país registra na troca comercial com o Brasil.

Uribe defendeu que a via de compensação do déficit é a dos investimentos do Brasil na Colômbia, que deverão ser maiores que os US$ 529 milhões registrados em 2007, segundo os dados disponíveis.

"O Brasil vende a nós muito mais do que nós vendemos ao Brasil", afirmou o presidente em entrevista coletiva concedida em Cartagena antes de ir para São Paulo, primeiro destino de sua visita ao país.

Segundo dados do Ministério de Comércio, Indústria e Turismo colombiano, o Brasil exportou à Colômbia um total de US$ 2,204 bilhões em 2007, e importou US$ 471 milhões no mesmo período.

Uribe explicou que a troca comercial é um dos assuntos que estão na agenda bilateral que analisará com Lula, com quem se reunirá na próxima terça-feira em Brasília.

"Com o presidente Lula há uma agenda muito ampla", disse o governante colombiano, que lembrou que ambos foram os artífices do processo de integração da Comunidade Andina (CAN) com o Mercosul.

Uma visita ao Congresso e outra ao Supremo Tribunal Federal (STF) também estão na agenda de Uribe em Brasília, que, em março de 2003, foi palco do primeiro dos nove encontros mantidos com Lula desde que ambos estão no poder.

Uribe começará a visita oficial na segunda-feira em São Paulo, onde se reunirá com empresários e com o governador José Serra.

O presidente colombiano viajou na companhia dos ministros das Relações Exteriores, Jaime Bermúdez, e de Comércio, Indústria e Turismo, Luis Guillermo Plata. Além disso, é acompanhado por um grupo de empresários. EFE jgh/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.