Uribe se reune com Kirchner para tratar de bases militares

O presidente da Colombia, Alvaro Uribe, manteve nesta quarta-feira, em Buenos Aires, uma reunião com sua colega argentina, Cristina Kirchner, para explicar o acordo militar entre Bogotá e Washington que prevê a cessão de bases aos americanos.

AFP |

"Tratamos de temas bem importantes" com a presidente argentina, disse Uribe em uma breve declaração, após mais de uma hora de reunião.

"Agradeço o espaço de diálogo que me concedeu a presidente e manifesto minha afetuosa saudação ao povo argentino", declarou Uribe antes de abandonar a Casa Rosada.

O objetivo da visita foi explicar o acordo que Washington e Bogotá discutem para que militares americanos utilizem ao menos sete bases colombianas para combater o narcotráfico e o terrorismo.

O governo argentino não informou sua posição ou o conteúdo do encontro.

Durante a reunião, dezenas de pessoas protestaram diante da Casa Rosada contra a presença do mandatário colombiano.

"Basta de terrorismo de Estado na Colômbia"! "Fora Uribe!" - diziam cartazes carregados por membros da comunidade colombiana convocados pelo partido Pólo Democrático Alternativo (PDA, esquerda) e por entidades de direitos humanos.

Uribe, que já visitou Peru, Bolívia, Chile e Argentina para esclarecer a questão das bases militares, segue ainda hoje para o Paraguai, e na quinta-feira viaja a Brasil e Uruguai.

jos/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG