contundente e prova transparência - Mundo - iG" /

Uribe: relatório da Interpol é contundente e prova transparência

O presidente da Colômbia, Alvaro Uribe, qualificou nesta quinta-feira de contundente o relatório da Interpol que não encontrou qualquer evidência de alteração dos arquivos do computador encontrado com o número dois das Farc, Raúl Reyes, morto em um ataque colombiano ao território do Equador.

AFP |

"A Interpol disse de maneira contundente que a Colômbia não alterou os arquivos, que a Polícia agiu com toda transparência", destacou Uribe em entrevista coletiva, na sede da Comunidade Andina de Nações (CAN), após chegar a Lima para a V Cúpula América Latina-União Européia.

Uribe salientou que a "Interpol entregou um relatório de mais de 100 páginas, muito completo, cuja conclusão é contundente sobre a lisura do procedimento das autoridades colombianas".

A Colômbia pediu à Interpol que formasse uma comissão de especialistas para examinar o computador encontrado com Raúl Reyes, morto na ação do Exército colombiano contra um acampamento das Farc no Equador.

Segundo Bogotá, esses arquivos revelam ligações da guerrilha com os governos do Equador e da Venezuela.

O diretor da polícia colombiana, general Oscar Naranjo, disse que algumas das mensagens encontradas indicam que as Farc teriam recebido apoio financeiro da Venezuela, e que a guerrilha pode ter entregue dinheiro para a campanha que levou Rafael Correa à presidência no Equador.

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, chamou de "palhaçada" o resultado do relatório da Interpol, que, segundo ele, "é tão ridículo que não merece a perda do nosso tempo".

mis/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG