Uribe quer retomar relações com Equador

O presidente da Colômbia, Alvaro Uribe, disse nesta sexta-feira, na Venezuela, que deseja reconstruir a relação com o Equador, rompida desde o início de março, após uma incursão do Exército colombiano no território equatoriano, para destruir um acampamento da guerrilha.

AFP |

"A Colômbia é um país que sente afeto pelas relações com todo o mundo democrático e, primeiramente, com nossos irmãos. Esperamos, o mais breve possível, poder reconstruir as relações com o Equador", afirmou Uribe, em entrevista coletiva ao lado do presidente da Venezuela, Hugo Chávez.

"Disse ao presidente Chávez que tenho toda a disposição a esse respeito. Quero contribuir, expressando nosso afeto ao povo equatoriano, nosso respeito ao governo do Equador e nossa disposição de encontrar um caminho", destacou Uribe.

Na incursão das Forças Armadas da Colômbia ao território do Equador, foi morto o então número dois das Farc, Raúl Reyes, cujos computadores revelaram um vínculo entre o governo do equatoriano Rafael Correa e a guerrilha colombiana.

Uribe também condenou que as Farc e o Exército de Libertação Nacional (ELN) não tenham aproveitado a oportunidade de paz e mudança.

Na última terça-feira, Chávez anunciou que viajará ao Equador e se ofereceu para mediar a retomada das relações entre Quito e Bogotá.

"Estou certo de que o presidente Correa estará disposto a restabelecer, em seu momento, as relações diretas com a Colômbia. Estaremos sempre como amigos de ambos, ajudando".

bl/LR/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG