Uribe promete não descansar até libertar reféns

O presidente colombiano, Alvaro Uribe, prometeu nesta quarta-feira não descansar até que todos os reféns das Farc sejam libertados, e convocou a guerrilha a contribuir com a paz no país.

AFP |

"Assim como não houve um só dia de abandono, não haverá um só dia de esquecimento ou descuido até que tenhamos libertado os sequestrados que seguem no cativeiro", disse Uribe sobre os reféns das Farc.

O presidente citou o ex-governador do departamento de Meta Alan Jara, que integra o grupo de 24 reféns ainda em poder das Farc, dos 39 que a guerrilha propunha trocar por 500 rebeldes presos.

Na quarta-feira passada, uma operação do Exército colombiano resgatou 15 reféns, incluindo a franco-colombiana Ingrid Betancourt e três americanos.

"Sei que nesta terra, que em toda a pátria, mas especialmente nesta terra (Meta), por ser sua terra, há uma grande dor porque permanece em cativeiro o ex-governador Alan Jara. Mas persistimos nesta tarefa", disse Uribe em um ato público em Puerto Rico, em Meta.

Jara foi sequestrado em 15 de julho de 2001, quando viajava por uma estrada de Meta em um veículo claramente identificado com o emblema da ONU.

No mesmo ato, Uribe exortou às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) a contribuir com a paz no país. Ao invés de cometer atos terroristas, deveriam "contribuir com explosões de felicidade para que a Colômbia seja um país em paz, estável".

pro/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG