Uribe pede ajuda a Chávez para deter guerrilheiros das Farc

Roma, 29 abr (EFE).- O presidente colombiano, Álvaro Uribe, pediu hoje ajuda ao chefe de Estado da Venezuela, Hugo Chávez, para que contribua na captura de terroristas das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

EFE |

"Pedimos ao senhor presidente Chávez e às autoridades da Venezuela que nos dêem toda a ajuda para capturar os bandidos" que, segundo Uribe, se refugiaram no país vizinho.

Oito militares colombianos morreram hoje e outro ficou ferido em enfrentamentos com guerrilheiros das Farc em El Temperado, um das colinas da serra limítrofe de Perijá, no departamento (estado) de La Guarija.

Segundo o presidente colombiano, os fatos aconteceram mais ou menos a um quilômetro da fronteira com o território venezuelano e com base nos testemunhos de camponeses e interceptações os "rebeldes das Farc fugiram para a Venezuela".

Uribe insistiu na ajuda do presidente Chávez para capturar "estes bandidos para que sejam levados onde têm que ser levados, à prisão, pois não podem seguir com essa prática covarde de assassinar colombianos e abusar do território de países irmãos".

O presidente da Colômbia afirmou que está tentando falar por telefone com o presidente Chávez "para pedir a ajuda necessária".

O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, chegou hoje a Roma, para iniciar uma visita oficial à Itália, durante a qual se reunirá com o papa Bento XVI e com o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi. EFE ebp/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG