Uribe não descarta possibilidade de terceiro mandato

Bogotá, 8 set (EFE).- O presidente colombiano, Álvaro Uribe, deixou em aberto hoje mais uma vez a possibilidade de concorrer ao seu terceiro mandato por meio de referendo, promovido com esse fim por seus partidários.

EFE |

"O presidente não pode ser apático. O Presidente não pode estar dar as costas aos cidadãos nem pode abandonar responsabilidades", afirmou Uribe em entrevista à "W Radio Colombia".

O governante poderá concorrer a um terceiro mandato caso as autoridades eleitorais e depois o Congresso aceitem o projeto de referendo, iniciado pelo Partido Social de União Nacional.

A legenda foi feita para promover a reeleição de Uribe no pleito de maio 2006, quando o Presidente obteve um segundo mandato de quatro anos.

O chefe de Estado pôde se apresentar como candidato, com o apoio governamental, em virtude de uma reforma à Constituição, que proibia a reeleição presidencial.

Agora, os seguidores de Uribe buscam a continuidade pela via do referendo, para o qual apresentaram à máxima organização eleitoral do país mais de cinco milhões de assinaturas de cidadãos que apóiam a iniciativa.

O governante reiterou que "não convém que o Presidente queira se perpetuar", mas ao mesmo tempo afirmou que se preocupa com o futuro da segurança democrática, a política de luta antidrogas e contra os grupos armados ilegais que ativou ao chegar ao poder pela primeira vez em agosto de 2002.

Neste contexto, Uribe renovou o convite a seus compatriotas para que ponham em debate público o nome dos colombianos com capacidade para sucedê-lo e continuar com suas políticas em agosto de 2010. EFE jgh/rb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG