Uribe e presidente do Supremo se reúnem para resolver diferenças

Bogotá, 7 jul (EFE) - O chefe de Estado da Colômbia, Álvaro Uribe, e o presidente da Corte Suprema de Justiça colombiana (CSJ), Francisco Javier Ricaurte, se reuniram hoje, por solicitação do Cardeal Primaz Pedro Rubiano, para resolver suas diferenças, informaram fontes oficiais.

EFE |

A realização da reunião "já é um grande avanço e tudo foi feito com o melhor espírito patriótico", afirmou aos jornalistas o secretário de Informação e Imprensa da Presidência colombiana, César Mauricio Velásquez.

Na última terça-feira, a CSJ incentivou Uribe a respeitar suas decisões, depois das críticas do governante a uma decisão da Corte que alterou o processo constitucional que possibilitou a reeleição do governante.

Ricaurte leu, nesse dia, para jornalistas, um comunicado no qual insistiu em que não se questiona a atividade presidencial, mas o ato legislativo que deu origem à reeleição.

A Corte Suprema tinha afirmado em 26 de junho que houve "um claro desvio de poder" na reforma constitucional, ao fixar a condenação de 47 meses de prisão por suborno à ex-congressista Yidis Medina, cujo voto positivo salvou a iniciativa que autorizou a reeleição.

Em um discurso por rádio e televisão, no mesmo dia, Uribe em reação à condenação de Medina, anunciou que pediria ao Congresso o estudo e o trâmite de uma lei para convocar um referendo no qual se decidirá se as eleições de 2006, quando foi reeleito, seriam repetidas ou não.

A reunião de hoje entre Uribe e o presidente da CSJ foi realizada no Palácio Arzobispal, no centro de Bogotá, e durou pouco mais de duas horas. EFE rrm/bm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG