Uribe diz que rebelde ofereceu libertar reféns em troca de não extradição

Bogotá, 13 jun (EFE).- Um guerrilheiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) ofereceu libertar a ex-candidata presidencial colombiana Ingrid Betancourt e outros seqüestrados que estão em seu poder em troca de uma não extradição de rebeldes para os Estados Unidos, revelou hoje o presidente Álvaro Uribe.

EFE |

Uribe disse que o insurgente ofereceu "entregar Ingrid Betancourt e outros seqüestrados" em ligações telefônicas feitas para o Departamento Administrativo de Segurança (DAS).

O rebelde pediu que o Governo assumisse por escrito o compromisso de não extraditar guerrilheiros em caso de libertação de reféns.

"Mandamos uma carta para ele(...), foi mandada pela diretora do DAS (María do Pilar Hurtado) com minha autorização, se ele cumprir com isso não será extradito", disse Uribe em discurso em um fórum internacional sobre segurança na capital colombiana.

"Tomara que seja verdade", disse o presidente colombiano.

Os EUA reivindicam a extradição de pelo menos 500 guerrilheiros das Farc, a maioria sob acusação de narcotráfico. EFE jgh/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG