Bogotá, 16 jul (EFE).- O presidente colombiano, Álvaro Uribe, confirmou hoje que por nervosismo um alto oficial do Exército usou os emblemas do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) na operação de resgate de 15 reféns, entre eles Ingrid Betancourt e três americanos.

"Lamentamos que isto tenha acontecido. O ministro da Defesa, Juan Manuel Santos, e os altos comandantes se reuniram na manhã de hoje com o representante do CICV para dar a ele as explicações e lhe apresentar as desculpas", declarou Uribe. EFE fer/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.